Michel Provost
Diretor
Diretor Operacional da Safran do Brasil Representações LTDA



Jurista de formação, mestre em Direito Privado e em Engenharia de Projetos Internacionais no Conservatório Nacional de Engenharia (CNAM-Paris). Atua há mais de 15 anos no mercado aeronáutico, de defesa, segurança pública e espacial. Conhecedor em profundidade da base industrial brasileira, dispõe de ampla rede de contatos nas Forças Armadas e de relações com diversos ministérios, notadamente Ciência e Tecnologia e entidades de classe. Responde diretamente à Direção Internacional do Grupo Safran, cuja sede está em Paris.

Francês, residente permanente no Brasil há mais de 20 anos, implementou no Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), em 1996, o “Eurocentro”, núcleo Representativo da União Europeia no Brasil, no contexto do Programa de Financiamentos da U.E “AL-Interprise”, tendo vocação a promover os encontros entre empresas europeias e sul-americanas. Diretor do Instituto Brasil-Europa, promoveu os intercâmbios econômicos e culturais entre o Brasil e os países da União Europeia. Durante dois anos, atuou como diretor-executivo da Câmara de Comércio França-Brasil, do Rio de Janeiro, onde promoveu os intercâmbios comerciais franco-brasileiros, missões no exterior, seminários e conferências.

Em 2000, criou a Sulinvest Consultores Associados Ltda., onde atuou como diretor e acompanhou as empresas francesas no mercado brasileiro, contemplando formação de alianças estratégicas junto aos parceiros brasileiros. 

Em 2005, ingressou na Turbomeca do Brasil (hoje, Safran Helicopter Engines) encarregado do desenvolvimento de novos negócios no mercado militar e para-público; paralelamente, atuou para a filial francesa Snecma Divisão Motores Militares (hoje, Safran Aircraft Engines) para ser o interface junto à FAB para o suporte dos Mirages 2000 na base de Anápolis (hoje, ALA2, em Goiás) e para dar apoio ao responsável dos projetos de offset no contexto do projeto F-X2 com o GIE Dassault Internacional. 

Progressivamente, assumiu as atribuições ligadas às atividades do Grupo Safran Corporate, sendo o responsável para elaboração de uma estratégia do grupo no mercado brasileiro pela identificação de novos negócios e fomento de parcerias de longo prazo. Foi assim que, em 2015, criou e assumiu a Direção Operacional do Brasil.

A partir de janeiro de 2019, suas missões se diversificam, atuando no setor espacial para o ArianeGroup (na qual o grupo Safran tem participação acionária) no Brasil, Peru, Colômbia e Chile. Também é a interface da Safran Aircraft Engines Divisão Militar junto à Força Aerea Peruana, dando suporte aos motores M53-5 dos Mirage 2000, que operam na Base de Arequipa da FAP; e à Força Aerea Equatoriana, dando suporte aos motores Atar dos aviões Cheetah, que operam na base de Guyaquil.